Fortaleza, Sábado, 26 Setembro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Secretário anuncia investimento de US$ 160 milhões para o Litoral Oeste - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 10 Abril 2012 18:15

Secretário anuncia investimento de US$ 160 milhões para o Litoral Oeste

Avalie este item
(0 votos)
Audiência pública da Comissão de Indústria, Comércio e Turismo Audiência pública da Comissão de Indústria, Comércio e Turismo
Durante audiência pública da Comissão de Indústria, Comércio e Turismo da Assembleia Legislativa, o secretário estadual de Turismo, Bismarck Maia, apresentou o Programa de Valorização da Infraestrutura Turística do Litoral Oeste do Ceará. O titular da pasta anunciou investimentos para o turismo daquela região no valor de US$ 112 milhões, oriundos de empréstimo feito pelo Governo do Estado junto o Banco  de Desenvolvimento da América Latina (CAF) mais 30% de contrapartida do Estado, totalizando US$160 milhões.

O deputado Sérgio Aguiar (PSB), vice-presidente da Comissão, destacou que a intenção do colegiado é fazer com que os assuntos discutidos com a comunidade e que tenham impacto na valorização do crescimento econômico e do desenvolvimento do Estado possam ser discutidos neste fórum de debates.

“Nosso objetivo é tratar dos impactos gerados no Ceará por estes investimentos, que farão um diferencial na qualificação do turismo, para atendermos e recebermos melhor aqueles que nos visitam”, acrescentou. O deputado Roberto Mesquita (PV), autor do requerimento que deu origem à audiência pública, falou sobre a construção do Acquário Ceará, lembrando que foi contra a prioridade dada pelo Governo à obra, porém, hoje, reconhece que todas as etapas legais do processo foram vencidas.

“Hoje, considero o Acquário um instrumento do turismo cearense e espero que o equipamento promova a distribuição de riquezas e a diminuição das desigualdades existentes em Fortaleza”, afirmou.

Sobre o empréstimo do Governo junto ao CAF, Roberto Mesquita disse esperar que, na medida do possível, as obras realizadas diminuam as desigualdades, contemplando com políticas de infraestrutura as cidades e localidades cearenses, notadamente as do litoral.

Ele elogiou a iniciativa do Governo em atender a praticamente todos os municípios do Litoral Oeste, e citou a necessidade de investimentos para a Praia da Baleia, cujo turismo, de acordo com ele, caiu devido à falta de atenção do poder público.

Bismarck Maia informou que o programa estará concluído em 2014 e que os municípios contemplados serão São Gonçalo do Amarante, Paracuru, Paraipaba, Trairi, Itapipoca, Amontada, Itarema, Acaraú, Cruz, Jijoca de Jericoacoara, Camocim e Barroquinha.

“Teremos a implantação de obras em localidades existentes dentro de cada um deles, como Taíba, Lagoinha, Flecheiras, Mundaú, Baleia, Icaraí de Amontada, Vila de Jericoacoara, entre outras, cidades prejudicadas com a falta de valorização”, ressaltou.

O secretário destacou ainda, alguns benefícios esperados, como a melhoria da infraestrutura e da mobilidade urbana, ampliação da renda, melhoria das condições de vida da população residente, redução das desigualdades a partir do turismo e aumento da média da permanência do turista.

Por fim, Bismarck informou que o programa será dividido em quatro componentes, sendo eles o desenvolvimento social e turístico sustentável; urbanização e implantação da ampliação em saneamento básico; infraestrutura turística (Aeroporto de Jericoacoara e duplicação da CE-085) e gestão do programa.
RT/CG

Secretário anuncia investimento de US$ 160 milhões para o Litoral Oeste

Durante audiência pública da Comissão de Indústria, Comércio e Turismo da Assembleia Legislativa, o secretário estadual de Turismo, Bismarck Maia, apresentou o Programa de Valorização da Infraestrutura Turística do Litoral Oeste do Ceará. O titular da pasta anunciou investimentos para o turismo daquela região no valor de US$ 112 milhões, oriundos de empréstimo feito pelo Governo do Estado junto o Banco  de Desenvolvimento da América Latina (CAF) mais 30% de contrapartida do Estado, totalizando US$160 milhões.

O deputado Sérgio Aguiar (PSB), vice-presidente da Comissão, destacou que a intenção da Comissão é fazer com que os assuntos discutidos com a comunidade e que tenham impacto na valorização do crescimento econômico e do desenvolvimento do Estado possam ser discutidos neste fórum de debates.

“Nosso objetivo é tratar dos impactos gerados no Ceará por estes investimentos, que farão um diferencial na qualificação do turismo, para atendermos e recebermos melhor àqueles que nos visitam”, acrescentou.

O deputado Roberto Mesquita (PV), autor do requerimento que deu origem à audiência pública, falou sobre a construção do Acquário Ceará, lembrando que foi contra a prioridade dada pelo Governo à obra, porém, hoje, reconhece que todas as etapas legais do processo foram vencidas.

“Hoje, considero o Acquário um instrumento do turismo cearense e espero que o equipamento promova a distribuição de riquezas e a diminuição das desigualdades existentes em Fortaleza”, afirmou.

Sobre o empréstimo do Governo junto a CAF, Roberto Mesquita disse esperar que, na medida do possível, as obras realizadas diminuam as desigualdades, contemplando com políticas de infraestrutura as cidades e localidades cearenses, notadamente as do litoral.

Ele elogiou a iniciativa do Governo em atender a praticamente todos os municípios do Litoral Oeste, e citou a necessidade de investimentos para a Praia da Baleia, cujo turismo, de acordo com ele, caiu devido à falta de atenção do poder público.

Bismarck Maia informou que o programa estará concluído em 2014 e que os municípios contemplados serão São Gonçalo do Amarante, Paracuru, Paraipaba, Trairi, Itapipoca, Amontada, Itarema, Acaraú, Cruz, Jijoca de Jericoacoara, Camocim e Barroquinha.

“Teremos a implantação de obras em localidades existentes dentro de cada um deles, como Taíba, Lagoinha, Flecheiras, Mundaú, Baleia, Icaraí de Amontada, Vila de Jericoacoara, entre outras, cidades prejudicadas com a falta de valorização”, ressaltou.

O secretário destacou ainda, alguns benefícios esperados, como a melhoria da infraestrutura e da mobilidade urbana, ampliação da renda, melhoria das condições de vida da população residente, redução das desigualdades a partir do turismo e aumento da média da permanência do turista.

Por fim, Bismarck informou que o programa será dividido em quatro componentes, sendo eles o desenvolvimento social e turístico sustentável; urbanização e implantação da ampliação em saneamento básico; infraestrutura turística (Aeroporto de Jericoacoara e duplicação da CE-085) e gestão do programa.

RT/CG
Lido 3249 vezes Última modificação em Quinta, 12 Abril 2012 20:41

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

As mudanças de hábito promovidas pela pandemia da Covid-19 serão incorporadas pela sociedade?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500