Fortaleza, Quinta-feira, 16 Julho 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Queiroz Filho defende políticas públicas para a primeira infância no Estado - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 03 Setembro 2019 12:15

Queiroz Filho defende políticas públicas para a primeira infância no Estado

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Queiroz Filho Deputado Queiroz Filho Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Queiroz Filho (PDT) destacou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (03/09), a importância de políticas públicas voltadas para a primeira infância no Estado.

O parlamentar salientou que pretende contar com o apoio dos demais colegas para a criação, na Casa, de uma Frente Parlamentar em Defesa da Primeira Infância. De acordo com o deputado, o objetivo seria realizar articulações com o Fórum de Defesa da Criança e do Adolescente e outras organizações da sociedade, com os Conselhos de Direitos e os Conselhos Tutelares, além de receber e apurar casos de denúncia de violações e encaminhá-los às instâncias responsáveis.

Queiroz Filho apontou que, segundo dados oficiais registrados pelo Censo Escolar sobre Educação Infantil do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), de 2018, Fortaleza tem sido o município brasileiro que mais ampliou o número de matrículas em creches, sendo a quarta maior rede de estudantes de escola pública do País, com 220 mil alunos.

“Na semana passada, a Prefeitura de Fortaleza realizou o Seminário Missão Infância Fortaleza, em que diversos estudiosos e entidades preocupados com a educação infantil de crianças na primeira infância, de zero a seis anos, se engajaram no compartilhamento de experiências direcionadas ao fortalecimento do desenvolvimento infantil”, relatou o deputado.

Na avaliação dele, é importante compreender e tentar mobilizar o maior número de pessoas para essa causa. Para Queiroz Filho, vários especialistas têm estudado e comprovado matematicamente os benefícios de uma atenção específica para a primeira infância.

Queiroz Filho se manifestou ainda sobre o suposto material, que circula na internet, e que seria produzido pela Prefeitura de Fortaleza, tratando sobre a sexualidade na primeira infância. “Nos chateia que tentem macular os profissionais da educação, com a propagação de um material claramente falso”, lamentou o deputado.

Em aparte, o deputado Delegado Cavalcante (PSL) informou que teve acesso à cópia do material, garantindo que ele foi distribuído para coordenadores de escolas da rede municipal de educação.

O deputado Guilherme Landim (PDT) elogiou a gestão da Prefeitura de Fortaleza na área da educação. “As avaliações positivas de Fortaleza em índices de educação mostram os avanços que tem”, assinalou.

O deputado Marcos Sobreira (PDT) se solidarizou com os 14 mil profissionais da educação pública de Fortaleza. “Não se pode mais suportar fake news, e a Prefeitura de Fortaleza já emitiu nota se posicionando contra a disseminação de materiais falsos”, comentou.

O deputado Lucílvio Girão (PP) considerou que há um ano da eleição municipal, “estão baixando muito o nível dos debates”.

O deputado Elmano Freitas (PT) lamentou que determinados grupos na política brasileira queiram crescer inventando mentiras e criando medo no povo.

O deputado Leonardo Pinheiro (PP) também criticou os que querem manchar o esforço e o trabalho de uma administração que leva com seriedade e compromisso a educação da cidade.

A deputada Dra. Silvana (PR) enxergou pontos positivos com a repercussão do episódio. “É lixo puro esse material, tão patético que não tem como ser verdade. Mas essa fake news traz para todos a noção que o povo rejeita a ideologia de gênero e a erotização das nossas crianças”, considerou.

O deputado Heitor Férrer (SD) externou a sua tristeza com o uso das redes sociais por algumas pessoas. “Lamentável que um instrumento democratizado como a rede social e que poderia ser usado para o bem, para a honestidade e verdade, seja degenerado desta forma, com levantamento de fatos mentirosos para prejudicar adversários”, enfatizou.

Já o deputado Apóstolo Luiz Henrique (PP) definiu o episódio como um “aviso de Deus”. “Foi ele quem trouxe isso à tona, para os gestores saberem que os cearenses não são bobos, e que a família tradicional ainda reina na Terra. Se é fake ou não, não sabemos, mas estamos vendo, pela repercussão que está tendo, que a ideia não é boa, ela é satânica e diabólica”, avaliou.
RG/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 390 vezes

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

O Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) completa, em 13 de julho de 2020, 30 anos de criação. A lei cumpre o objetivo para o qual foi criada?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500