Fortaleza, Quarta-feira, 18 Setembro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 10 Setembro 2019 12:34

Vitor Valim comenta multa sofrida pela empresa Enel

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Vitor Valim Deputado Vitor Valim Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Vitor Valim (Pros) se pronunciou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta terça-feira (10/09), para informar que a empresa distribuidora de energia Enel foi multada em R$ 3 milhões pelo Procon, devido a cobrança duplicada de faturas de energia. O parlamentar lembrou que a empresa ainda cobrava por estimativa, indo assim contra o Código de Defesa do Consumidor. 

Valim disse que a distribuidora argumentou que estava realizando uma regularização do procedimento de faturamento e, durante o período de adequação, alguns clientes receberam duas contas com o vencimento no mesmo mês.

“A empresa errou ao não notificar o cliente, e errou ao cobrar por estimativa em Fortaleza e cidades da região metropolitana”. Ele lembrou que o procedimento só é permitido legalmente em zonas rurais ou afastadas.

Vitor Valim  também cobrou do Procon alguma medida contra a exigência de cartão eletrônico para circulação nos ônibus de Fortaleza. De acordo com ele, o Código de Defesa do Consumidor também proíbe que fornecedores de produtos e serviços recusem a moeda corrente no País. “Os direitos humanos são feridos ao submeter a população a uma mudança dessa sem um período de transição adequado”, ressaltou.

Em aparte, o deputado Carlos Felipe (PCdoB) propôs a realização de uma audiência pública para debater a questão da Enel, ouvindo a empresa, os consumidores e o Procon. “É importante que essa Casa dê uma resposta à sociedade. Os mais humildes, que vivem de benefícios sociais e tem um orçamento limitado, não podem passar por esse tipo de constrangimento”, disse

O deputado Elmano Freitas (PT) lembrou que desde que a distribuição de energia foi privatizada e passada para a gestão da Enel, escolas deixaram de ser abertas, assim como postos de saúde e até poços profundos, devido o mau atendimento da empresa junto à população.

O deputado Edilardo Eufrásio (MDB) falou que essa questão das contas duplicadas é um assunto dominante nas comunidades e cidades menores do interior do Estado, e que as pessoas estão precisando parcelar as contas de energia para realizar os pagamentos.
PE/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 98 vezes

Portal do Servidor

Setembro Amarelo

Enquete

A proibição de canudos de plástico pode ajudar na preservação ambiental?

Vitor Valim comenta multa sofrida pela empresa Enel - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500