Fortaleza, Quinta-feira, 12 Dezembro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Augusta Brito informa sobre lançamento da campanha do Laço Branco na AL - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Sexta, 29 Novembro 2019 12:09

Augusta Brito informa sobre lançamento da campanha do Laço Branco na AL

Avalie este item
(0 votos)
Deputada Augusta Brito Deputada Augusta Brito Foto: Edson Júnior Pio
A deputada Augusta Brito (PCdoB) informou, no primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta sexta-feira (29/11), sobre o lançamento da campanha do Laço Branco – homens pelo fim da violência contra a mulher. A ação mundial terá início na AL, na próxima sexta-feira (06/11), a partir das 9h, no Salão Nobre da Presidência da Casa.

A parlamentar adiantou que a iniciativa tem como objetivo inserir os homens nos debates e no enfrentamento da violência contra a mulher. “A Lei Maria da Penha não veio só para punir o agressor, ela trabalha com a prevenção, que é o mais importante. É nessa intenção que convocamos os homens a participarem desse debate e desconstruir, juntos, o machismo em nossa sociedade e construir uma convivência de harmonia entre homens e mulheres”, afirmou.
Augusta Brito comunicou que ainda na sexta-feira, às 14h, acontece transmissão e debate do documentário “Precisamos falar com os homens”, iniciativa da Organização das Nações Unidas (ONU) Mulheres. “A partir do ano que vem, a campanha do Laço Branco fará parte ainda mais das ações da Procuradoria da Mulher para reforçar e agregar a participação masculina nesse enfrentamento à violência às mulheres. A cada dois minutos, uma mulher sofre violência física e precisamos mudar essa triste realidade”, alertou.
De acordo com a deputada, que preside a Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa, o órgão já visitou várias escolas do Estado e participou da implantação de procuradorias especiais em câmaras municipais em cidades do Interior. “A última implantação que participamos foi em Croatá. Essas procuradorias são essenciais para que mulheres façam a denúncia em casos de agressão, busquem os serviços de saúde, as autoridades policiais, e assim  podem fortalecer o combate aos agressores”, pontuou.
A parlamentar convidou ainda a população para participar da audiência pública que será realizada nesta sexta-feira, às 14h, no Complexo das Comissões Técnicas da Casa, para debater a violência contra a mulher em ambientes escolares, como universidades. “Infelizmente tem aumentado as notícias na mídia sobre os casos de assédio e abuso sexual dentro de escolas e universidades públicas e privadas. É preciso um debate firme para que isso não aconteça, ainda mais em lugares que formam as pessoas como as instituições de ensino”, reiterou.
GS/AT
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 247 vezes

Plano de Cargos

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Você é a favor da privatização do Parque Nacional de Jericoacoara e de outras unidades previstas pelo Governo Federal?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500