Fortaleza, Quinta-feira, 13 Agosto 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Acrísio Sena manifesta insatisfação com economia nacional - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Terça, 10 Março 2020 11:52

Acrísio Sena manifesta insatisfação com economia nacional

Avalie este item
(0 votos)
Deputado Acrísio Sena Deputado Acrísio Sena Foto: Edson Júnior Pio
O deputado Acrísio Sena (PT) comentou, durante o primeiro expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa desta terça-feira (10/03), acontecimentos recentes da economia brasileira que não podem ser encarados com naturalidade.

Segundo o parlamentar, a economia do País entrou em colapso nas últimas semanas. Ele relatou que a Bolsa de Valores registrou a sua maior queda do século, que o dólar está quase em R$ 5, além de o Brasil contar com 14 milhões de desempregados e um crescimento de Produto Interno Bruto (PIB) pífio.

“Inexiste no Brasil um plano econômico de crescimento, com distribuição de renda. O País está mergulhado em um claro processo de recessão”, considerou Acrísio Sena.

O deputado criticou ainda que a região Nordeste tenha recebido apenas 3% dos benefícios do programa Bolsa Família, enquanto as regiões Sul e Sudeste receberam 75% das novas concessões. “Houve um recuo na cobertura e atendimento de novas famílias do Nordeste”, assinalou Acrísio.

Ele comentou ainda sobre personagens do atual Governo Federal. “O ministro da Educação é um analfabeto funcional. O do Meio Ambiente é um destruidor da natureza, conivente com a destruição da Amazônia. O da Economia é um serviçal do sistema financeiro nacional e internacional. E o presidente da República faz galhofa com o PIB, como se fosse motivo de piada”, avaliou o deputado.

Para Acrísio, “o País está desgovernado, pois não tem um presidente à altura e que apresente propostas concretas e sérias para salvar o emprego e a economia”.

Em aparte, o deputado Carlos Felipe (PCdoB) relembrou os motivos alegados para o impeachment da então presidente Dilma Rousseff.

“Há quatro anos uma mulher foi retirada do poder com o pretexto da pedalada fiscal sob o argumento de que se precisava retomar o crescimento econômico, o que não vemos até hoje”, salientou o deputado.

O deputado Sérgio Aguiar (PDT) disse não compreender a política econômica que se faz no Brasil. “Aprovaram a Reforma da Previdência dizendo que o sacrifício do trabalhador seria a grande salvação da nação, e o Brasil cresceu pífios 1,1% no PIB em 2019”, considerou.

O deputado Nelinho (PSDB) parabenizou o senador Tasso Jereissati (PSDB/CE) por anunciar que pretende solicitar a convocação do ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, para prestar esclarecimentos sobre o baixo repasse do Bolsa Família para o Nordeste. “Estamos apreensivos com esta questão e parabenizamos o senador Tasso pela forma de fazer política dele”, pontuou o deputado.
RG/LF
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 287 vezes

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

As condições para garantir a atuação da mulher na política são satisfatórias?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500