Fortaleza, Segunda-feira, 17 Fevereiro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Renato Roseno destaca julgamento de isenção de impostos para agrotóxicos - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quinta, 13 Fevereiro 2020 16:30

Renato Roseno destaca julgamento de isenção de impostos para agrotóxicos

Avalie este item
(0 votos)
Renato Roseno destaca julgamento de isenção de impostos para agrotóxicos foto : Júnior Pio
O deputado Renato Roseno (Psol), no tempo de explicações pessoais da sessão plenária desta quinta-feira (13/02) da Assembleia Legislativa, informou que, na próxima semana, o Supremo Tribunal Federal (STF) vai julgar uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) movida pelo Psol, que teve início no Ceará por iniciativa de um grupo de advogados e pesquisadores.

A ADI diz respeito à isenção da cobrança de impostos como PIS/Cofins e IPI e alíquota reduzida de ICMS para a indústria de agrotóxicos. “No Ceará, o ICMS do veneno é zerado e há isenção de PIS/Cofins e IPI”, destacou.

De acordo com Renato Roseno, estudo inédito da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco) feito por pesquisadores da Fiocruz e da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ) revela que somente as deduções e isenções de impostos rendem R$ 10 bilhões às empresas que produzem e vendem agrotóxicos no País. O Brasil, segundo o deputado, é o campeão do mundo em consumo de veneno, e "pouca gente sabe que esse veneno não paga impostos".

O parlamentar lembrou que, além da isenção de produtos agrotóxicos, o Brasil utiliza na agricultura substâncias que já foram proibidas em toda a Europa e em vários países de outros continentes. “Enquanto o mundo inteiro está banindo essas substâncias, o Brasil concede isenção e dedução de impostos. Quando você isenta, você estimula o consumo”, assinalou.

Renato Roseno lembrou que o ex-deputado Wellington Landim também combateu o uso indiscriminado de agrotóxicos. Ele dizia que a luta se assemelha à luta contra a indústria do cigarro nos anos 1970 nos Estados Unidos. “Hoje temos a possibilidade de derrubar essa vergonha no Brasil declarando a inconstitucionalidade da isenção na indústria do agrotóxicos”, declarou.

WR/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 60 vezes

Plano de Cargos

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Você concorda com proposta que altera lei dos royalties de petróleo, redistribuindo parte dos recursos do pré-sal conforme desempenho dos estados e municípios no Ideb?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500