Fortaleza, Quarta-feira, 28 Outubro 2020

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Audic Mota sugere discutir possibilidade de não renovação da GLO - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Domingo, 01 Março 2020 14:31

Audic Mota sugere discutir possibilidade de não renovação da GLO

Avalie este item
(0 votos)
Audic Mota sugere discutir possibilidade de não renovação da GLO foto : Júnior Pio
O deputado Audic Mota (PSB) alertou, no tempo de liderança da sessão extraordinária deste domingo (01/03) na Assembleia Legislativa, o posicionamento do presidente Jair Bolsonaro em não renovar a Garantia da Lei e da Ordem (GLO), que encerra no próximo dia 6 de março.

De acordo com o parlamentar, Bolsonaro fez a obrigação dele como presidente de mais de 210 milhões de brasileiros e de todos os cearenses. “Tinha por obrigação garantir a ordem. É mandamento constitucional, não podemos tratar como um favorzinho ou como questão pessoal, tanto que foi reconhecido pelo próprio governador Camilo Santana”, afirmou.

Audic Mota sugeriu não tensionar a situação da segurança pública. Para ele, a Assembleia Legislativa deve buscar a pacificação, e não acirrar os ânimos. Ele lembrou também que nenhum parlamentar está classificando policial de “bandido”. “Alguns policiais estão se portando como se bandidos fossem. Sabemos que a maioria não está nesse motim, é refém desse motim”, defendeu.

Em aparte, o deputado Delegado Cavalcante (PSL) disse que quer solução para a resolução da paralisação. O deputado concordou com o ministro da justiça, Sérgio Moro, que declarou a ilegalidade da greve, no entanto disse também que os policiais não podem ser tratados como “bandidos”.

O deputado Acrísio Sena (PT) sugeriu debater nas comissões técnicas assuntos referentes ao tema, como fortalecimento do Ceará Pacifico, composição de conselhos, entre outros assuntos, com o intuito de refletir a respeito e posteriormente levar as informações ao presidente Sarto (PDT) e ao governador Camilo Santana.

O deputado Osmar Baquit (PDT) disse que o presidente Bolsonaro fez sua obrigação de atender as reivindicações do Governo do Estado. O parlamentar também criticou o deputado André Fernandes (PSL). Ele disse que o oposicionista concorda com a paralisação, pois pediu vistas da proposta de emenda à constituição (PEC) na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJR). “Ele é a favor do caos, porque para ele é bom aparecer como salvador da pátria. Deveria estar ao lado do povo cearense”, pontuou. Baquit lembrou também do episódio em que André Fernandes “acusou” o deputado Nezinho Farias (PDT) de ter ligações com facções criminosas.

Em direito de resposta concedido pelo presidente da sessão, deputado Fernando Santana (PT), o deputado André Fernandes orientou Baquit a procurar mais informações com seus pares para que o discurso tenha sintonia. André respondeu também que é contra a greve dos policiais, entretanto assegurou que não vai permitir que os policiais sejam tratados como bandidos. “Não são bandidos, são trabalhadores buscando seus direitos”, defendeu.

LV/LF

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 419 vezes Última modificação em Domingo, 01 Março 2020 14:36

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Está em vigor no Ceará a Lei 17.234/2020, que torna obrigatório o uso de máscara para evitar a disseminação da Covid-19. Que tipo de máscara você usa para se proteger?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500