Fortaleza, Quinta-feira, 12 Dezembro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Publicações INESP - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos

Publicações INESP

HISTÓRIA / MEMORIA / BIOGRAFIA

FORTALEZA – UMA BREVE HISTÓRIA
Tamanho do Arquivo:
17.03 MB
Data:
25 Novembro 2019
Downloads:
11 x

Os autores ressaltam que a história de Fortaleza é marcada por altos e baixos. A chegada dos colonizadores ao “Siará Grande“foi muito custosa e de pouco sucesso inicial. A seca, os índios,  o mar aberto sem ancoradouros naturais foram os grandes entraves, além do fato de não ter sido achado nenhum metal precioso, e não contar com a Zona da Mata para a agroindústria da cana de açúcar, extremamente rentável na época. A Fortaleza, atual Nossa Senhora de Assunção, marca a ocupação e o surgimento da cidade como elemento protetor dos colonizadores. A vila, depois cidade, consolida-se como entreposto  para navegadores entre as capitanias do sul e do norte. Mais tarde (1799), com a autonomia administrativa da província do Ceará, Fortaleza torna-se a capital e principal ponto de convergência das produções de charque e de algodão, que geram a riqueza necessária para a consolidação da cidade como líder, dentre todas as outras. Na virada do século XIX para o século XX, Fortaleza passa por grandes mudanças urbanas, entre melhorias e o êxodo rural, e cresce muito, chegando ao final da década de 1910 sendo a sétima cidade em população do Brasil. Ao final dos anos 1970 começa a despontar como um futuro polo  industrial do Nordeste com a implantação do Distrito Industrial de Fortaleza. Hoje é a quinta cidade em população do Brasil.

ENTRE O PORTO E A ESTAÇÃO: COTIDIANO E CULTURA DOS TRABALHADORES URBANOS DE CAMOCIM-CE. 1920-1970
Tamanho do Arquivo:
6.55 MB
Data:
13 Novembro 2019
Downloads:
55 x

A história do povo cearense é rica em acontecimentos que marcaram e consolidaram suas características ao longo do tempo, formatando sua personalidade própria e exclusiva. Cada região guarda, no espaço que lhe abrange, uma memória que contribui para o entendimento das relações sociais, sua evolução e crescimento com destaques em suas particularidades históricas, políticas, econômicas e antropológicas.
O conhecimento e a interpretação dessas relações podem fornecer subsídios aos administradores dos diversos níveis governamentais para a formulação e execução de políticas de governo que venham solucionar as necessidades regionais identificadas nos componentes temporal e espacial. As necessidades e anseios de uma população guardam estreita relação com sua antropologia e desenvolvimento de sua cultura. Esta obra advém de um esforço na elaboração de uma tese de doutorado do historiador Carlos Augusto Pereira dos Santos, defendida em 2008, na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) que ora se apresenta à sociedade cearense, trazendo em sua essência um volume extraordinário de informações relacionadas aos trabalhadores urbanos de um dos municípios mais tradicionais do nosso estado, relatando a sua saga laboral, no período de 1920 a 1970, intimamente ligada à metamorfose estrutural inerente ao processo de desenvolvimento econômico e social.

POESIA A QUATRO MÃOS: COLETÂNEA POÉTICA
Tamanho do Arquivo:
57.98 MB
Data:
13 Novembro 2019
Downloads:
14 x

“A Quatro Mãos” trata-se de uma coletânea de poemas escritos por quatro amantes da poesia, cada um com suas características e tendências. Senti em minha alma uma imensa alegria, quando me deram a honra de apresentar esta magnífica obra.
Mãos que falam a linguagem do coração, que exalam (a verdade) o verdor da inspiração divina, que proclamam um mundo mais justo, que se juntam, unindo forças para combater os opressores, que tentam calar a voz da liberdade. A poesia vem do coração, das entranhas, da inspiração, fluem como se fossem alimento para a vida.

COMUNIDADE DE FEITICEIRO: HISTÓRIA E CULTURA NAS MEMÓRIAS E ESPAÇOS LOCAIS
Tamanho do Arquivo:
22.66 MB
Data:
13 Novembro 2019
Downloads:
12 x

Este livro é uma obra coletiva e foi sendo construído, no decorrer dos anos de 2011 a 2013, por uma equipe de pesquisadores estudiosos da História da Comunidade de Feiticeiro.
O principal objetivo, ao publicá-lo, é levar às escolas, aos que possuem interesses por história e aos que chegam à comunidade, o acesso a informações obtidas ou construídas a partir de diversas fontes. O nascimento do agrupamento social denominado “Feiticeiro” surgiu como consequência da construção do açude público Joaquim Távora, em 1932. As informações sobre esse importante momento foram coletadas, a partir de jornais da época, do relatório técnico da Inspetoria Federal de Obras Contra as Secas - Ifocs, e, em especial, das memórias dos últimos sobreviventes desse período.

QUANDO OS ASSENTADOS CHEGARAM
Tamanho do Arquivo:
21.36 MB
Data:
13 Novembro 2019
Downloads:
15 x

A obra Quando os Assentados Chegaram, da lavra de Marcos Paulo Campos, trata do movimento social e político em torno da reforma agrária no estado do Ceará. O autor traz a leme, de maneira bem real, a vida, o drama e o sofrimento dos integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra - MST, em particular, daqueles que chegaram nas terras das Fazendas Reunidas São Joaquim, situadas no município de Madalena. Marcos Paulo pela verossemelhança de seu relato parece ter vivenciado toda a peregrinação daquela gente, tal a firmeza de suas palavras, a riqueza de detalhes que só aqueles que presenciaram a humilhante situação dos assentados, meu caso em particular, podem narrar, com tamanha precisão, o ocorrido em 1989.
A juventude do autor, seu espírito de determinação, sua altivez na defesa de seus ideais, do que considera injusto e desumano, bem como sua precisão nos detalhes trazem para nós, leitores, um retrato de tudo que sofreram os assentados na busca de teto, saúde, alimentação, enfim, de sobrevivência.

A LOUCA DE DEUS
Tamanho do Arquivo:
2.86 MB
Data:
13 Novembro 2019
Downloads:
25 x

O livro biográfico de Eunízia Lopes Barroso, da autoria de Francisco Siqueira de Lima, propicia aos leitores instantes de reflexão, de procura do autoconhecimento, trazendo a lume a trajetória de vida de uma mulher altruísta à frente da Pastoral Carcerária.
O próprio título da obra A Louca de Deus leva-nos a questionar o porquê desse nome, logo esclarecido, seguramente, na feliz e acertada opção de D. Aloísio Lorscheider de dar o cognome de Louca de Deus à biografada. Louca não em seu sentido vernacular, mas pelo destemor, desprendimento,
pela altivez e total entrega de si, com que Eunízia defendia os direitos humanos dos presidiários.

DO TERREIRO DA CHOPANA
Tamanho do Arquivo:
1.63 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
36 x

Se as palavras funcionam como uma ponte entre o homem e o mundo, os poemas colaboram para a construção do nosso potencial de reflexão sobre este mundo. Os melódicos poemas Mandacaru, Herança, Botija, Estro sertanejo, No pé da ladeira, Bico-de-prata, Retirante, Do oitão da tapera, Tristeza urbana, talvez os mais representativos desta obra, estão repletos de sinceridade e arte e traduzem a sensibilidade estética de um grande escritor.
Francisco Ednildo Andrade da Silva é cearense, de Brejo Santo, historiador, escritor e poeta. Detentor de um vasto poder de criação. Das inspirações de onde saíram este Do Terreiro da Choupana, também brotaram: Terral: as pegadas do poema na Caatinga; Entrudo; Reflexões da insônia; Esquinas, amores e boêmios; Os boêmios e a musa madrugada; Inspirações do pé da serra; A Gleba lírica; Sessenta sonetos sobre Jesus de Nazaré. Contudo, a grande maioria de suas obras ainda está aguardando publicação.

DOM FRAGOSO, O PROFETA DO INOBITIDO
Tamanho do Arquivo:
17.93 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
14 x

Iniciando com passagens sobre a República Velha, este livro, que nos ensina muito sobre história local, homenageia o primeiro bispo da Diocese de Crateús, Dom Antônio Batista Fragoso. A obra aponta passagens da vida de um religioso à frente do seu tempo, ocupado não somente com as questões estritamente espirituais, mas com os flagelos da humanidade.
Os autores, José Maria Bonfim Morais e Zacharias Bezerra de Oliveira, apresentam Dom Fragoso como um homem cheio de senso de justiça e aflito com a situação dos pobres e as adversidades a que são submetidos. Nessas linhas, encontramos também explícita a preocupação do bispo com os jovens, entendidos em seu natural idealismo, com as condições de seu amadurecimento e com a formação da sua consciência cidadã. Tais preocupações configuram pontos de identificação com os ideais da Casa do Povo e enche-nos de orgulho.

VISITA AO SÓTÃO DE UM JURISTA, ESCRITOR E PROFESSOR COLETÂNEA DE ARTIGOS, CRÔNICAS E RESENHAS DE FIL
Tamanho do Arquivo:
1.03 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
60 x

Merecedores de destaque por sua riqueza, diversidade, teor prático e, principalmente, por sua atualidade, os textos aqui expostos discutem temas como direito do consumidor, assédio moral, direito à religião, bullying, sistema penitenciário, combate à corrupção, entre outros. Eles reforçam temas valiosos por serem de interesse desta Casa Legislativa bem como de toda a sociedade.
O jurista, escritor e professor Roberto Victor Pereira Ribeiro, reuniu artigos singulares de sua autoria, produzidos durante cinco anos, para vários jornais, coletâneas e revistas. O autor ainda selecionou textos sobre filmes fazendo um cruzamento entre reflexões sociais e jurídicas que, sem sombra de dúvidas, contribuem para a melhoria da realidade em que vivemos.

UMA HISTÓRIA PARA CONTAR
Tamanho do Arquivo:
77.09 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
15 x

Numa época em que as questões de gênero, a defesa dos direitos de igualdade entre os indivíduos e a luta pela construção de uma sociedade mais justa estão, mais do que nunca, em pauta, o livro de Clevandira Chaves Maurício Maia não é somente uma coletânea de boas histórias, é uma obra necessária. A autobiografia “Uma História para Contar... uma coletânea de fatos de acontecimentos” fala-nos sobre uma mulher solidária, livre, destemida, forte, dona do seu destino e de seu tempo. Filha de um casal de agricultores de Tabuleiro do Norte, a autora conta sua batalha, pontuada pelas graduações em Pedagogia, Administração de Empresas e Administração Pública e pelas pós-graduações em Políticas da Educação e Gestão Administrativa, mas, principalmente, por sua voz ativa e senso crítico.

HISTÓRIA POLÍTICA DA MERUOCA
Tamanho do Arquivo:
2.87 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
105 x

O passado está entre uma politica de memória e outra de esquecimento, o apagamento e a conservação da memória, no ponto de vista da história, são contrastes, dependentes e inseparáveis. Os eventos ocorridos que só ficaram no imaginário popular são os mais tendentes ao esquecimento, por isso o registro de alguns para finalizar a trajetória do presente relato; um relicário do passado da Meruoca para lembrança das gerações futuras.

CORRESPONDÊNCIAS DA CÂMARA MUNICIPAL PERÍODO DE 1845-1916 - PARTE 1
Tamanho do Arquivo:
2.57 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
29 x

Desde que o homem passou a registrar suas atividades e pensamentos e arquivá-los por meio de um conjunto documental, compreender o passado tornou-se possível. Mas as correspondências apresentadas neste livro vão além de possibilitar esse entendimento, elas cumprem uma importante função social e colaboram para a construção de ações atuais mais acertadas e de um planejamento político que visa aos resultados positivos a médio e longo prazos.
O livro Correspondências da Câmara Municipal de Pereiro, de autoria de João Bandeira Nogueira, colabora, sobremaneira, para o preenchimento de uma lacuna no catálogo bibliográfico cearense e para o suprimento de demandas intelectuais que crescem, à medida que a sociedade se desenvolve e apresenta novas necessidades.

CORRESPONDÊNCIAS DA CÂMARA MUNICIPAL PERÍODO DE 1845-1916 - PARTE 2
Tamanho do Arquivo:
2.57 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
34 x

Desde que o homem passou a registrar suas atividades e pensamentos e arquivá-los por meio de um conjunto documental, compreender o passado tornou-se possível. Mas as correspondências apresentadas neste livro vão além de possibilitar esse entendimento, elas cumprem uma importante função social e colaboram para a construção de ações atuais mais acertadas e de um planejamento político que visa aos resultados positivos a médio e longo prazos.
O livro Correspondências da Câmara Municipal de Pereiro, de autoria de João Bandeira Nogueira, colabora, sobremaneira, para o preenchimento de uma lacuna no catálogo bibliográfico cearense e para o suprimento de demandas intelectuais que crescem, à medida que a sociedade se desenvolve e apresenta novas necessidades.

CORRESPONDÊNCIAS DA CÂMARA MUNICIPAL PERÍODO DE 1845-1916 - PARTE 3
Tamanho do Arquivo:
2.78 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
29 x

Desde que o homem passou a registrar suas atividades e pensamentos e arquivá-los por meio de um conjunto documental, compreender o passado tornou-se possível. Mas as correspondências apresentadas neste livro vão além de possibilitar esse entendimento, elas cumprem uma importante função social e colaboram para a construção de ações atuais mais acertadas e de um planejamento político que visa aos resultados positivos a médio e longo prazos.
O livro Correspondências da Câmara Municipal de Pereiro, de autoria de João Bandeira Nogueira, colabora, sobremaneira, para o preenchimento de uma lacuna no catálogo bibliográfico cearense e para o suprimento de demandas intelectuais que crescem, à medida que a sociedade se desenvolve e apresenta novas necessidades.

2019 - HISTÓRIA DA MEDICINA NO CEARÁ
Tamanho do Arquivo:
2.46 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
113 x

As políticas econômicas e sociais sempre alteraram o rumo das transformações médicas e são esses os registros apresentados aqui. Também, alguns fatos da história da medicina precisavam ser guardados na lembrança dos cearenses, como a luta pela melhoria das condições de saúde e para encontrar mais meios de evitar as doenças. Conhecer, interpretar e questionar as informações recolhidas no passado são ações que colaboram para a evolução da Medicina através do tempo e ajudam na compreensão das técnicas desenvolvidas. 

2019 - A GRANDE ARTE DE ESTRIGAS
Tamanho do Arquivo:
18.95 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
15 x

Estrigas, nome artístico de Nilo de Brito Firmeza, comemora 100 anos de nascimento neste ano de 2019. Odontólogo, esposo de Nice e um dos fundadores do Salão de Abril, o artista, autodidata, fez parte da Sociedade Cearense de Artes Plásticas (SCAP), assinou resenhas para jornais e idealizou o “Mini-Museu Firmeza”. Autor de Arte – Aspectos da Pré-História no Ceará, A Fase Renovadora na Arte Cearense, Arte na Dimensão do Momento, Artecrítica e de livros sobre Raimundo Cela, Chico Silva, Barrica e Antônio Bandeira. Estrigas publicou, também, a história do Salão de Abril, sendo um dos maiores representantes da arte e da cultura cearense. Com uma escrita de protesto, sua grande batalha era em favor da expressão cultural de seu povo e do reconhecimento do artista, traduzindo, assim, seus valores políticos, sua ideologia, fazendo o constante diálogo entre a arte e a criatividade com a política.

2012 - JOGOS DA MEMÓRIA MOVIMENTO FEMININO PELA ANISTIA NO CEARÁ (1976-1979)
Tamanho do Arquivo:
29.79 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
16 x

Uma grande contribuição desse livro é a ótica da autora, que queria contar a história do Movimento Feminino pela Anistia, no Ceará, do ponto de vista de gênero, como uma categoria útil para a análise histórica. As mulheres têm uma maneira diferenciada de lembrar o passado? Existe uma memória feminina que é diferente de uma memória construída pela figura masculina? Será que há maneiras distintas de contar o passado, recordar os momentos, e transmitir essas lembranças para outros? A autora enfrenta essas questões teóricas e metodológicas no seu trabalho, oferecendo ao leitor um olhar perspicaz sobre as construções de papéis de gênero na sociedade brasileira.

CACHOEIRA – SOLONÓPOLE CEARÁ – BRASIL - CORRESPONDÊNCIAS DA CÂMARA MUNICIPAL - PARTE 1
Tamanho do Arquivo:
2.59 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
46 x

Os documentos públicos fazem parte do patrimônio cultural do país e constituem nossa memória. Faz-se, portanto, necessário, preservá-los para que os cidadãos possam ter garantidos seus direitos de acesso à informação histórica, uma vez que esta é um componente básico para a construção da identidade nacional.
A pesquisa realizada para a composição deste livro, bem como a posterior transcrição dos seus resultados e as acertadas decisões relativas à forma de apresentá-los foram responsáveis por resguardar o conteúdo dos documentos, que, por já estarem se deteriorando, poderiam comprometer parte da história política da cidade.

CACHOEIRA – SOLONÓPOLE CEARÁ – BRASIL - CORRESPONDÊNCIAS DA CÂMARA MUNICIPAL - PARTE 2
Tamanho do Arquivo:
3.11 MB
Data:
11 Novembro 2019
Downloads:
49 x

Os documentos públicos fazem parte do patrimônio cultural do país e constituem nossa memória. Faz-se, portanto, necessário, preservá-los para que os cidadãos possam ter garantidos seus direitos de acesso à informação histórica, uma vez que esta é um componente básico para a construção da identidade nacional.
A pesquisa realizada para a composição deste livro, bem como a posterior transcrição dos seus resultados e as acertadas decisões relativas à forma de apresentá-los foram responsáveis por resguardar o conteúdo dos documentos, que, por já estarem se deteriorando, poderiam comprometer parte da história política da cidade.

2009 - JANGO: LUTA PELA DEMOCRACIA
Tamanho do Arquivo:
548.60 kB
Data:
04 Setembro 2019
Downloads:
45 x

Democrata que lutou pela efetivação dos direitos sociais fundamentais, o Ex-Presidente João Goulart (Jango) no último dia 1° de março, se estivesse vivo, completaria 90 anos. A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará presta justa homenagem a este grande brasileiro, militante da República e dos ideais democráticos. Principal interlocutor de Getúlio Vargas, Jango deixou para toda uma geração a imagem de “um presidente jovem e valente que foi deposto quando quis fazer as reformas de base”. 

 
 
Powered by Phoca Download

Plano de Cargos

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Você é a favor da privatização do Parque Nacional de Jericoacoara e de outras unidades previstas pelo Governo Federal?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500