Fortaleza, Terça-feira, 26 Janeiro 2021

Pesquisar

Alcance ENEM

Combate COVID-19

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

José Sarto lamenta
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Quinta, 20 Fevereiro 2020 11:16

José Sarto lamenta "fuzilamento covarde" do senador Cid Gomes

Avalie este item
(2 votos)
Presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto Presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto Foto: Edson Júnior Pio
O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), lamentou, na abertura dos trabalhos da Assembleia Legislativa, na manhã desta quinta-feira (20/02), o atentado com dois disparos de arma de fogo do qual foi alvo, no município de Sobral, o senador Cid Gomes (PDT/CE).

Sarto disse que Cid Gomes foi vítima de “fuzilamento covarde”, enquanto estava desarmado. “O senador foi atingido na clavícula e no pulmão. Temos vídeos mostrando que quem atirou o fez para matar. É lamentável o nível a que a política cearense chegou nesses últimos dias e me solidarizo com a família Ferreira Gomes”, pontuou.

O presidente da Assembleia salientou que a população está observando atenta quem está colocando o projeto pessoal acima do povo cearense. “Somos nove milhões de cidadãos que precisam ter a garantia de ir e vir com segurança. Inclusive, o artigo 142 da Constituição Federal veda greve militar. Logo não é greve, é motim”, apontou.

O deputado enfatizou que, desde o primeiro momento, a Assembleia Legislativa recebeu representantes ligados à segurança, além de promover um amplo debate, com a presença de secretários, Governo do Estado, deputados e integrantes da segurança pública.
“Foi pactuado um acordo mútuo e, inclusive, segmentos da polícia se expressaram através de suas redes sociais a favor do acordo. Pouco tempo depois, voltaram atrás”, disse.

Sarto ponderou ainda que o Governo do Estado está oferecendo meio bilhão de reais de incremento à categoria. “Compreendo as inquietações, mas não é justo que o povo pague por isso. Agentes públicos armados têm a obrigação de dar segurança, e grande parte da polícia cumpre esse dever. Lamento que uma minoria esteja incitando motim, às escuras, mascarados”, assinalou.
GM/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 913 vezes Última modificação em Sexta, 28 Fevereiro 2020 17:34

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Os "profetas" apontam chuvas acima da média para 2021, enquanto os meteorologistas apostam que as precipitações serão abaixo da média no Ceará. Qual sua opinião?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500