Fortaleza, Quarta-feira, 20 Junho 2018

Pesquisar

Processo Virtual


Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 11 Junho 2018 12:34

Internautas defendem combate à poluição e consumo sustentável

Avalie este item
(0 votos)
O portal da Assembleia Legislativa perguntou aos internautas, na semana de 4 a 11 de junho, se concordam que o ocombate à poluição do meio ambiente por plásticos e produtos descartáveis seja um dos grandes desafios para este ano.            

Para a maioria dos participantes (93.9%), é fundamental substituir esses materiais por alternativas sustentáveis que reduzam os impactos sobre os mananciais hídricos, oceanos e o planeta em geral. Outros 6.1% discordam, alegando que existem questões mais importantes para se preocupar.

Para o vice-presidente da Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento do Semiárido da AL, deputado Jeová Mota (PDT),  o resultado da enquete só “ratifica a importância de utilizarmos alternativas sustentáveis em substituição aos materiais plásticos. Na avaliação dele, iniciativas simples, como utilizar sacolas ecológicas, levar a própria caneca para o trabalho, recolher o lixo plástico que encontrar nas praias, entre outras, contribuem muito para a preservação do meio ambiente.

O deputado Ferreira Aragão (PDT) diz que a consulta aponta o que de fato precisa ser feito. “É fundamental substituir esses materiais por alternativas sustentáveis que reduzam os impactos sobre os mananciais hídricos”, observa, destacando a responsabilidade social de cada um em relação ao meio ambiente.

Já o deputado Moisés Braz (PT) chama a atenção para os impactos negativos do plástico na natureza, assinalando que é preciso repensar a troca de embalagens plásticas convencionais por similares biodegradáveis. “A mudança nessa cultura insustentável é um imperativo, e tem de começar já, estimulada pelo Poder Público”, avalia.

Desde 1950, segundo o parlamentar,  8,3 bilhões de toneladas de plástico foram produzidas no mundo. “Cada pessoa utiliza, em média, 60 quilos do material por ano. O plástico está nos oceanos e leva muito tempo para se decompor”, acrescenta.

Conforme o presidente da Comissão de Direito Ambiental da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE), André Alves, a redução do consumo de materiais plásticos é de fundamental importância para a preservação dos mananciais e oceanos, sobretudo por serem normalmente esses ambientes o destino final dos resíduos plásticos.

“Até mesmo em análises de amostras de água tratada, em diversos países do mundo, demonstram a contaminação por microplásticos. Isso significa que os sistemas convencionais não são eficazes em retirar resíduos de plástico e que, portanto, estamos ingerindo plástico diariamente, sem saber as consequências disso para a saúde humana”, afirma.

LS/AT

Lido 174 vezes Última modificação em Quarta, 13 Junho 2018 17:53

II Conferência

Portal do Servidor

INSCREVA-SE

Comitê / Frente

Enquete

Como você pretende gastar a primeira parcela do 13º salário?

Internautas defendem combate à poluição e consumo sustentável - QR Code Friendly


 

  29ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500