Fortaleza, Segunda-feira, 10 Dezembro 2018

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 03 Dezembro 2018 10:10

Internautas defendem investimentos em informação para prevenir arboviroses

Avalie este item
(0 votos)
A enquete do Portal da Assembleia Legislativa, veiculada entre os dias 26 de novembro a 3 de dezembro, questionou aos internautas como prevenir, com a aproximação do período chuvoso, o aumento da incidência de doenças causadas por arbovírus, como dengue, chikungunya e zika.

Para a maioria dos participantes (75,8%), o combate requer investimento na difusão de informação, orientando a população para a prevenção e destinando recursos governamentais para ações profiláticas.

Já outros 24,2% acreditam que aumentando a vigilância sobre as ocorrências no Brasil e países vizinhos é possível obter uma reação rápida em casos de infestação e mutação do vírus.

O deputado Carlos Felipe (PCdoB), médico e presidente da Comissão de Seguridade Social e Saúde da Casa, destaca a importância da prevenção por meio de políticas públicas de informações à população. “Estou destinando uma emenda na ordem de R$ 50 mil para a Escola de Saúde Pública, através da Residência Integrada de Saúde (RIS), para que possa trabalhar junto à sociedade informações em relação às arboviroses”, adianta.

O parlamentar informa ainda que existem outras arboviroses, como a Febre Amarela, que podem ser prevenidas com educação e informação. “Existem arboviroses mais raras e também zoonoses, que, com cuidados básicos, como não deixar água parada, podem ser prevenidas”, alerta.

Para o deputado e médico Leonardo Pinheiro (PP), as ações de prevenção diminuem a incidência de casos das arboviroses. “É de grande importância que a população seja informada, auxiliada e aprenda manter a casa segura, de maneira que o mosquito não consiga chegar. Essas doenças são sérias e podem inclusive matar; portanto, a prevenção é essencial”, afirma.

O deputado e também médico Fernando Hugo observa que o conhecimento da população sobre os meios de prevenir o mosquito causador da dengue, zika e chikungunya é essencial para combater as arboviroses que já são um problema de saúde pública. “O trabalho dos agentes de endemias junto à população também é de grande importância, já que são os cuidados de higiene em casa a melhor forma de combater a proliferação do mosquito”, assinala.

O clínico geral Felipe da Silva diz que investir na difusão de informações para a população é a melhor maneira de prevenir a proliferação do mosquito causador das arboviroses. O médico acrescenta que, para proteger a casa do mosquito, é importante evitar água parada, colocar areia nos vasos de plantas, limpar as calhas e colocar desinfetante nos ralos.

“É sempre importante que os agentes de saúde possam fazer visitas periódicas nas residências, para colocar o veneno nos ralos, além de informar a população acerca de qualquer dúvida. Usar repelente também é um meio de evitar a picada do Aedes aegypti."

GM/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 61 vezes Última modificação em Quinta, 06 Dezembro 2018 17:35

Portal do Servidor

Enquete

Como você pretende utilizar o 13º salário?

Internautas defendem investimentos em informação para prevenir arboviroses - QR Code Friendly


 

  29ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500