Fortaleza, Quinta-feira, 12 Dezembro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

Maioria dos internautas admite não doar sangue - QR Code Friendly
         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 24 Junho 2019 12:02

Maioria dos internautas admite não doar sangue

Avalie este item
(0 votos)
A enquete do Portal da Assembleia Legislativa, veiculada entre os dias 17 e 24 de junho, questionou se os internautas costumam doar sangue. Enquanto 57,4% responderam que não, pois nunca se preocuparam com isso; outros 42,6% afirmaram positivamente, entendendo que é um compromisso que deve ser levado a sério, porque salva vidas.

Na avaliação do deputado Marcos Sobreira (PDT), a questão não seria a ausência de preocupação em relação à doação de sangue, mas sim a falta de hábito das pessoas. “Acredito que a doação seja uma preocupação geral, mas o comodismo das pessoas, infelizmente, prevalece. Apesar de campanhas de conscientização estimularem  a doação de sangue, muitos ainda não têm reforçado este ato de se dirigir a um centro de doação”, salienta o parlamentar.

Para a deputada Fernanda Pessoa (PSDB), é necessário ampliar a divulgação sobre a importância de doar sangue e também medula. “A doação é um ato de solidariedade que não custa nada. As secretarias de saúde de todos os municípios precisam investir em campanhas educativas que expliquem sobre a doação de sangue e sobre como esse simples ato pode fazer uma grande diferença na vida das pessoas que estão enfermas”, assinala a deputada.

O médico clínico geral, Felipe da Silva, ressalta que a doação de sangue e de medula ajudam a salvar vidas, sendo, portanto, importante incentivar cada vez mais a sociedade a apoiar a causa.

“A doação não traz dano ao doador. A coleta é feita por profissionais especializados e todo o material utilizado é estéril e descartável, e o sangue coletado passa por testes laboratoriais para depois ser enviado às unidades de saúde”, enfatiza o clínico.

Ainda segundo ele, “todo o processo é seguro para ambos os lados e, com certeza, ajuda no tratamento e cura de muitas pessoas".
RG/AT

Lido 412 vezes Última modificação em Quinta, 27 Junho 2019 16:10

Plano de Cargos

Portal do Servidor

Eventos

Enquete

Você é a favor da privatização do Parque Nacional de Jericoacoara e de outras unidades previstas pelo Governo Federal?


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500