Fortaleza, Terça-feira, 24 Mai 2022

Pesquisar

Comunicação

Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia
Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos

Programa Alcance

Alece 2030

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislativo

Projetos / Cursos

Publicações

Login

Rachel Marques lamenta afastamento de presidente Dilma Rousseff - QR Code Friendly
Quarta, 31 Agosto 2016 11:21

Rachel Marques lamenta afastamento de presidente Dilma Rousseff

Avalie este item
(0 votos)
Dep. Rachel Marques (PT) Dep. Rachel Marques (PT) Foto: Máximo Moura
A deputada Rachel Marques (PT) falou, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quarta-feira (31/08), sobre o processo de afastamento da presidente Dilma Rousseff, que será julgado nesta quarta, no Senado Federal.

Para a parlamentar, o impeachment é um “golpe”, já que a presidente não cometeu nenhum crime durante o exercício de seu mandato. “As pessoas estão se solidarizando com a presidente nas redes sociais e nas ruas. Sabemos que ela é inocente, não cometeu nenhum crime, e o impedimento de Dilma é um golpe, como classifica a maioria dos jornais mais importantes do mundo”, salientou.

Rachel Marques leu o pronunciamento de Dilma Rousseff feito no Senado Federal, na última segunda-feira (29/08). “Ela falou como uma combatente pela democracia”, disse. A parlamentar destacou alguns pontos da fala da presidente, entre eles, a luta de Dilma pela democracia.

A deputada enfatizou também o trecho do discurso da presidente afastada que fala das pretensões do presidente em exercício, Michel Temer. “Nas eleições, o programa de governo vencedor não foi este agora ensaiado e desenhado pelo Governo interino e defendido pelos meus acusadores. O que pretende o Governo interino, se transmudado em efetivo, é um verdadeiro ataque às conquistas dos últimos anos”, afirmou a parlamentar, durante a leitura do texto.

Em aparte, o deputado Roberto Mesquita (PSD) parabenizou o pronunciamento da parlamentar e classificou como “golpe” o impeachment de Dilma. “Se o Governo é bom ou ruim, as eleições que precisam dizer. Eleição indireta é um golpe. Estamos assistindo a um momento triste na história”, avaliou.

O deputado Renato Roseno (Psol) também concordou que o afastamento da presidente é um golpe. “Faço oposição ao Governo, mas não posso concordar com essa reescrita da história”, afirmou.

GM/GS

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 927 vezes Última modificação em Quarta, 31 Agosto 2016 14:11

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500