Fortaleza, Segunda-feira, 11 Novembro 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 03 Dezembro 2018 10:10

Internautas defendem investimentos em informação para prevenir arboviroses

Avalie este item
(0 votos)
A enquete do Portal da Assembleia Legislativa, veiculada entre os dias 26 de novembro a 3 de dezembro, questionou aos internautas como prevenir, com a aproximação do período chuvoso, o aumento da incidência de doenças causadas por arbovírus, como dengue, chikungunya e zika.

Para a maioria dos participantes (75,8%), o combate requer investimento na difusão de informação, orientando a população para a prevenção e destinando recursos governamentais para ações profiláticas.

Já outros 24,2% acreditam que aumentando a vigilância sobre as ocorrências no Brasil e países vizinhos é possível obter uma reação rápida em casos de infestação e mutação do vírus.

O deputado Carlos Felipe (PCdoB), médico e presidente da Comissão de Seguridade Social e Saúde da Casa, destaca a importância da prevenção por meio de políticas públicas de informações à população. “Estou destinando uma emenda na ordem de R$ 50 mil para a Escola de Saúde Pública, através da Residência Integrada de Saúde (RIS), para que possa trabalhar junto à sociedade informações em relação às arboviroses”, adianta.

O parlamentar informa ainda que existem outras arboviroses, como a Febre Amarela, que podem ser prevenidas com educação e informação. “Existem arboviroses mais raras e também zoonoses, que, com cuidados básicos, como não deixar água parada, podem ser prevenidas”, alerta.

Para o deputado e médico Leonardo Pinheiro (PP), as ações de prevenção diminuem a incidência de casos das arboviroses. “É de grande importância que a população seja informada, auxiliada e aprenda manter a casa segura, de maneira que o mosquito não consiga chegar. Essas doenças são sérias e podem inclusive matar; portanto, a prevenção é essencial”, afirma.

O deputado e também médico Fernando Hugo observa que o conhecimento da população sobre os meios de prevenir o mosquito causador da dengue, zika e chikungunya é essencial para combater as arboviroses que já são um problema de saúde pública. “O trabalho dos agentes de endemias junto à população também é de grande importância, já que são os cuidados de higiene em casa a melhor forma de combater a proliferação do mosquito”, assinala.

O clínico geral Felipe da Silva diz que investir na difusão de informações para a população é a melhor maneira de prevenir a proliferação do mosquito causador das arboviroses. O médico acrescenta que, para proteger a casa do mosquito, é importante evitar água parada, colocar areia nos vasos de plantas, limpar as calhas e colocar desinfetante nos ralos.

“É sempre importante que os agentes de saúde possam fazer visitas periódicas nas residências, para colocar o veneno nos ralos, além de informar a população acerca de qualquer dúvida. Usar repelente também é um meio de evitar a picada do Aedes aegypti."

GM/AT

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 366 vezes Última modificação em Quinta, 06 Dezembro 2018 17:35

Portal do Servidor

Eventos Novembro

Enquete

Senado Federal analisa mudanças na pena de condenadas grávidas ou mães com filhos até seis anos. Você concorda?

Internautas defendem investimentos em informação para prevenir arboviroses - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500