Imprimir esta página
Segunda, 11 Fevereiro 2019 14:58

Rede de Controle Interno de Gestão debate ações do Conselho de Governança Fiscal

Avalie este item
(0 votos)
Rede de Controle Interno de Gestão debate ações do Conselho de Governança Fiscal foto : Dário Gabriel
A Rede Estadual de Controle Interno da Gestão Pública (RECIGP), coordenada por Silvia Correia, auditora interna da Assembleia Legislativa do Ceará, realizou, na tarde desta terça-feira (11/02), a primeira reunião de 2019, com foco na discussão e organização do Conselho de Governança Fiscal do Estado.

O Conselho foi criado a partir do projeto de emenda constitucional (PEC) 03/2018, enviado para a AL pelo Poder Executivo, aprovado pelo Plenário e promulgado pelo Legislativo com o número 94/2018, em dezembro de 2018.

Segundo o controlador e ouvidor-geral do Estado em exercício, Marconi Lemos, o Conselho de Governança Fiscal busca “unir todos os poderes e órgãos superiores para discutir, avaliar e propor medidas que protejam o Tesouro Estadual”.

A coordenadora da RECIGP, Silvia Correia, acrescenta que o conselho tem como principal foco o controle de gastos. “Vamos discutir o teto de gastos, os números de todos os poderes, compartilhar e alinhar os dados e valores para que a gente monitore esse teto das despesas em 2019”, pontuou Silvia.

Para a auditora interna da AL, um dos grandes desafios do País na atualidade é a forte crise na administração pública. “A ideia é que esse conselho torne cada vez mais fortalecido o processo de gestão fiscal do estado do Ceará, que é modelo e é um dos poucos estados que têm equilíbrio fiscal, que mais investem proporcionalmente e que demonstram como é importante fazer gestão fiscal”, afirmou.

Assim, as ações do conselho integrarão os controles internos dos poderes e órgãos em matéria de gestão pública e de controle de gastos, aponta a auditora interna da AL.

O Conselho de Governança Fiscal é formado por representantes do Poder Executivo, Legislativo, Judiciário, Tribunal de Contas, Ministério Público e Defensoria. A previsão é de que o conselho se reúna, pelo menos, três vezes por ano e, de preferência, nos meses de maio, setembro e fevereiro, após a emissão de relatórios fiscais do Estado.

Além das discussões sobre o conselho, a reunião da Rede Estadual de Controle Interno da Gestão Pública efetivou a adesão do município de Caucaia ao colegiado, que tem como objetivo integrar modelos, práticas e fortalecer o controle interno do Ceará.

SA/CG

 

 

 

 

 

 

 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 531 vezes Última modificação em Terça, 12 Fevereiro 2019 09:09

Mais recentes de Fotografia