Fortaleza, Sábado, 25 Maio 2019

Pesquisar

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Eventos e Destaques

Disque Assembleia

Login

         Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos
Segunda, 15 Abril 2019 09:51

Comissão da Infância e Adolescência realiza visitas a entidades de acolhimento

Avalie este item
(0 votos)
Comissão da Infância e Adolescência realiza visitas a entidades de acolhimento Foto: Divulgação Internet
A Comissão da Infância e Adolescência da Assembleia Legislativa inicia, nesta terça-feira (16/04), uma série de visitas a entidades de acolhimento institucional de crianças e adolescentes em Fortaleza e Região Metropolitana. “Vamos a 22 instituições. O objetivo é conhecer as condições estruturais das unidades e obter informações sobre cada um dos acolhidos”, adianta a presidente do colegiado, deputada Érika Amorim (PSD).

As visitas acontecerão sempre às terças-feiras, a partir das 8h30, alternando a cada 15 dias. A parlamentar explica que, legalmente, o abrigamento é uma medida de proteção especial “provisória e excepcional” prevista no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e aplicada a crianças e adolescentes cujos direitos foram desatendidos ou violados, seja por abandono, seja pelo risco pessoal a que foram expostos pela negligência dos responsáveis.

“Ao final do ciclo, iremos estudar a criação de um relatório que deve subsidiar os trabalhos da comissão no que diz respeito às ações de fortalecimento e melhorias para essas instituições, bem como permitir a proposição de matérias que atendam as demandas identificadas”, adianta.

A parlamentar lembra que as responsabilidades legais dos acolhimentos institucionais são ainda maiores que as dos pais biológicos. Além de assistir os menores nos subsídios materiais, emocionais, educacionais, essas instituições devem proporcionar a chance de convivência com a comunidade e com a família (à exceção daqueles que estejam impedidos por força da lei). As entidades devem ainda apoiar essas famílias, para que possam receber os filhos de volta, pontua Érika Amorim.

Em função da particularidade e garantia do sigilo de algumas entidades, em especial as que lidam com crianças e adolescentes vítimas de abuso e exploração sexual e vítimas ameaçadas, não serão divulgadas as instituições e os endereços.
Da Redação/com Assessoria

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 258 vezes Última modificação em Terça, 16 Abril 2019 10:01

Ideia Certa

Portal do Servidor

Enquete

Dados do Ministério da Saúde apontam que em 2016 houve 34.850 mortes no trânsito no Brasil. Desse total, 1/3 das vítimas eram motociclistas. Qual a melhor forma de enfrentar esse problema?

Comissão da Infância e Adolescência realiza visitas a entidades de acolhimento - QR Code Friendly


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500