Fortaleza, Quinta-feira, 20 Janeiro 2022

Pesquisar

Comunicação

Comunicação AL TV Assembleia FM Assembleia
Banco de Imagens Previsão do Tempo Contatos

Alcance ENEM

Alece 2030

Processo Virtual

Processo Virtual - VDOC

Legislação

Projetos / Cursos

Publicações

Login

AL e Unicef assinam termo de cooperação com foco na geração de oportunidades para juventude - QR Code Friendly
Terça, 09 Novembro 2021 18:53

AL e Unicef assinam termo de cooperação com foco na geração de oportunidades para juventude

Avalie este item
(0 votos)
AL e Unicef assinam termo de cooperação com foco na geração de oportunidades para juventude Foto: Marcos Moura
A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará assinou, nesta terça-feira (09/11), o termo de adesão à plataforma “Um milhão de oportunidades”, do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef). A iniciativa tem como foco a criação de oportunidades para jovens de 14 a 24 anos em situação de vulnerabilidade. 
 
O presidente da AL, Evandro Leitão (PDT), destacou que a adesão à plataforma corrobora com “o caminho que temos trilhado na construção de um Ceará com mais oportunidades e que persegue incansavelmente a missão de uma sociedade estabelecida na igualdade, justiça e cidadania”. 
 
O deputado reiterou a importância de o Parlamento estadual fazer parte da plataforma e servir de exemplo a ser replicado. Evandro Leitão enalteceu o trabalho que vem sendo realizado pelo Comitê de Prevenção e Combate à Violência, assim como as ações do Comitê de Responsabilidade Social da AL. 
 
O deputado Renato Roseno (Psol) ressaltou que os maiores desafios da sociedade são aqueles que se abatem sobre a infância e a juventude, principalmente crianças e adolescentes negros e negras das periferias. A adesão da AL à plataforma, afirmou, é mais um passo da importante parceria com o Unicef, que possibilita uma articulação para reforçar as ações de promoção de vida, de oportunidades, de justiça e direitos.
 
Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil, parabenizou a adesão da AL à plataforma e comentou a possibilidade de que a parceria incentive diversos outros atores sociais do Ceará a criarem oportunidades para os jovens, especialmente os mais vulneráveis. Ela afirmou que pesquisas do fundo apontam que 23% dos jovens não têm oportunidade de estudar ou trabalhar e estão excluídos das oportunidades no Brasil. Desde 2020, quando surgiu, a plataforma já criou mais de 100 mil oportunidades, disse. 
 
Entre as áreas em que a plataforma atua estão acesso à educação de qualidade; inclusão digital e conectividade; fomento ao empreendedorismo e protagonismo de adolescentes e jovens e acesso ao mundo do trabalho em oportunidades de estágio, aprendiz e emprego formal. Mais informações sobre a  iniciativa podem ser acessadas no site.  
 
Na tarde desta terça-feira, também foi inaugurado o escritório do Unicef no anexo II da AL, espaço cedido para o desenvolvimento das ações do Fundo das Nações Unidas para a Infância no Ceará.
 
Luana Brasileiro, coordenadora do Comitê de Responsabilidade Social da  AL, órgão idealizado pela primeira-dama da AL, Cristiane Leitão, e que atuará diretamente com a plataforma, agradeceu o apoio da Presidência às ações que vêm sendo realizadas pelas células do comitê, que englobam áreas como sustentabilidade, cidadania, saúde e segurança no trabalho e o desenvolvimento da sociedade cearense.
 
Também estiveram presentes os deputados Bruno Pedrosa (PP) e Osmar Baquit (PDT); o chefe do escritório do Unicef no Ceará, Rui Aguiar; o coordenador do Unicef para o Semiárido no Brasil, Dennis Larsen, e Aline Andrade, do Unicef. Fizeram parte do evento ainda duas participantes do grupo Jovens Agentes da Paz (JAP); a professora Ângela Pinheiro; João Milton Cunha, do Inesp; a pesquisadora Daniele Negreiros e Vladyson Viana, presidente do Instituto de Desenvolvimento do Trabalho (IDT).
 
PUBLICAÇÃO
 
O livro “Meninas no Ceará: A Trajetória de Vida e de Vulnerabilidades de Adolescentes Vítimas de Homicídio”, resultado de pesquisa realizada pelo Comitê de Prevenção e Combate à Violência, foi lançado no evento e apresentado pela pesquisadora Daniele Negreiros. A pesquisa está disponível no site do comitê
 
Ela elencou os eixos da pesquisa e perfil das meninas vítimas de homicídio, com informações sobre “ser menina no Ceará”, sobre as famílias, os territórios, o acesso aos direitos, assim como recomendações de prevenção. A pesquisadora reiterou que a criação de oportunidades é um caminho para que as violências que atingiram e seguem atingindo as meninas cearenses não se repitam. 
 
SEMANA CADA VIDA IMPORTA
 
O evento faz parte das atividades da 4ª edição da Semana Cada Vida Importa, a Semana Estadual de Prevenção aos Homicídios de Jovens do Ceará, instituída em 2017 em memória às vítimas da Chacina do Curió. A programação da Semana Cada Vida Importa pode ser acompanhada pelo perfil do comitê da AL no Instagram.
 
SA/CG
 

Informações adicionais

  • Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa
  • E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
  • Twitter: @Assembleia_CE
Lido 596 vezes Última modificação em Quinta, 11 Novembro 2021 14:49

Protocolo Digital

PROCON ALECE

Portal do Servidor

Eventos


 

  30ª Legislatura - Assembleia Legislativa do Ceará                                                                         Siga-nos:

  Av. Desembargador Moreira, 2807 - Bairro: Dionísio Torres - CEP: 60.170-900 

  Fone: (85) 3277.2500